fbpx
Como fazer conexões estratégicas no LINKEDIN?

Como fazer conexões estratégicas no LINKEDIN?

“Devo aceitar todos os convites que recebo no Linkedin?”

“Posso fazer conexão com pessoas próximas e amigos?”

“Devo adicionar desconhecidos de outros ramos e área de atuação que nada tem a ver com meus objetivos profissionais?”

Posso convidar recrutadores e gestores das empresas que quero trabalhar?


Se você está buscando emprego e tem essa e outras dúvidas sobre conexões no Linkedin este artigo é para você!

Desde que comecei a trabalhar apoiando profissionais em sua recolocação já ouvi de tudo, desde pessoas que não tem nenhuma conexão e só usam o LinkedIn para se candidatar a vagas de emprego, até aqueles que se conectam com centenas de pessoas sem muita clareza do porquê.

O LinkedIn é uma rede social profissional considerada, atualmente, como a maior e melhor plataforma para unir candidatos e empresas. Porém, essa rede não é apenas mais uma plataforma de currículo online como muitas pessoas pensam. Para se destacar no LinkedIn é preciso usar criatividade e inovação, ser visto como referência na sua área de atuação e, assim, chamar a atenção para o profissional que você é.


Leia também: 12 dicas para potencializar seu perfil no LINKEDIN


Mas para que essa estratégia funcione você precisa ter uma rede de contatos de qualidade, que te apoie em atingir seu objetivo profissional. Neste artigo vamos falar sobre conexões estratégicas para quem busca uma recolocação. Se for esse seu caso, continue a leitura…

1. Sua rede profissional atual.

As primeiras conexões que você precisa ter no seu perfil são da sua rede de contatos profissionais, ou seja, ex-colegas de trabalho, ex-chefes, colegas da faculdade, colegas de pós-graduação, professores e todos os tipos de contatos profissionais que você tenha e que fez ao longo da sua trajetória profissional e acadêmica, vale até considerar pessoas que você não vê há muito tempo ou ainda que teve pouco contato. Lembre-se que se uma pessoa já trabalhou com você em algum momento e o vê como uma referência positiva na sua área de atuação, isso poderá te gerar recomendações e até mesmo indicações. Então, sem dúvida, vale a pena manter determinados contatos ativos.

Uma boa forma de fazer isso é utilizando seus contatos de e-mail e telefone celular cadastrados no seu perfil no Linkedin. Para isso. Você deve acessar a barra de menu no seu perfil e entre em “MINHA REDE”, em seguida acesso o campo “GERENCIAR CONTATOS” e o ícone “CONTATOS”.

Lá você terá a possibilidade de visualizar todos os seus contatos cadastrados no e-mail e telefone que já têm perfil no Linkedin. Com certeza, isso vai te ajudar bastante a identificar quem você pode convidar para fazer parte da sua rede.


2. Expandindo sua rede profissional.

Agora que você já adicionou no seu perfil pessoas da sua rede profissional atual é o momento de ampliar suas conexões. Mas calma, não será qualquer conexão, não! Você deve se conectar com pessoas estratégicas, profissionais que poderão te apoiar no seu processo de recolocação. Vejamos alguns exemplos:

– Possíveis futuros gestores: Pesquise por pessoas da sua área de atuação em cargos que poderiam ser os cargos dos seus futuros chefes. Por exemplo: Se você é um Analista de T.I. você poderia procurar por um Supervisor de TI, ou Supervisor de Infraestrutura, ou Coordenador, ou até mesmo um Gerente. Isso pode variar de empresa para empresa. Também pode entrar no perfil do profissional que você acredita que poderia ser seu futuro chefe. Analisando o perfil dele você entenderá mais sobres as responsabilidades e atividades.

– Possíveis futuros pares ou colegas de trabalho: Busque por profissionais que poderiam ser seus pares diretos, da mesma área e cargo que você. Ou pessoas que tenham contato direto com aquela área de atuação. Por exemplo: Se for um Analista de Benefícios pode procurar por Analistas de Remuneração ou Analista de Recrutamento e Seleção, áreas que tenham interface com a sua.

– Recrutadores das suas empresas-alvo ou empresas com vagas abertas: Profissionais responsáveis pelo recrutamento e seleção daquela empresa que você deseja trabalhar ou que tenha uma vaga na qual você se candidatou. Nesse caso vale a pela mandar um e-mail para esse profissional mencionando seu interesse na vaga.  Mas aqui atenção, os responsáveis normalmente são os Analistas, Recrutadores, Especialistas ou cargos similares. Procurar por Diretores, Superintendentes ou Gerentes podem diminuir muito as chances da sua mensagem ser lida, pois eles não são os responsáveis diretos pela vaga aberta, normalmente é alguém da equipe com cargo inferior.


3. Localizando as conexões estratégicas.

Existem diversas possibilidades de localizar suas conexões, uma delas é fazendo uma pesquisa simples no Linkedin na barra de menu no campo “PESQUISAR PESSOAS” digitando o cargo e/ou área que você deseja pesquisar. Com essa pesquisa, irá visualizar centenas de profissionais que podem fazer parte da sua rede de contatos. E para deixar sua pesquisa ainda mais assertiva pode utilizar outros filtros como “setores” ou “empresas”.


Uma outra possibilidade é pesquisar por profissionais das suas empresas-alvo, ou seja, buscar conectar-se com profissionais daquelas empresas que você deseja trabalhar. Par isso, basta entrar na company page da empresa no Linkedin, acessar o campo “pessoas” e utilizar os filtros para identificar suas conexões estratégicas.



Outra forma de identificar suas conexões estratégicas é através de grupos da sua área de atuação.

Vale ressaltar que participar de grupos no LinkedIn é muito mais do que apenas pedir solicitação e esperar o “aceite”. Os Grupos são um local de encontro onde profissionais do mesmo setor ou com interesses semelhantes podem compartilhar seus insights e experiências, pedir orientação e construir conexões, ou seja, fazer realmente networking.

Para encontrar grupos vá até a barra de menu no campo “PESQUISAR”, digite a área do seu interesse e selecione “GRUPOS”.



O Linkedin irá apresentar as opções de grupos disponíveis, daí é só pedir autorização para entrar no grupo, aguardar o aceite e pronto! Você terá acesso a um espaço com diversos profissionais da sua área, onde você poderá contribuir e receber muitas contribuições também.

Ter uma rede de contatos de qualidade é muito importante para você conseguir oportunidades, mas não é apenas isso. Existem diversas outras ferramentas no LinkedIn que poderão contribuir muito na sua busca por uma recolocação.

Continue acompanhando nosso blog e fique de olhos nos próximos artigos sobre Linkedin.



Fernanda Gomes – Co-fundadora da Eu Empregadíssimo