fbpx
COMO CONSEGUIR O PRIMEIRO EMPREGO?

COMO CONSEGUIR O PRIMEIRO EMPREGO?

A transição pela qual todo jovem passa, da adolescência para a vida adulta, já é, por si só, um grande desafio! E parte desse desafio está na entrada para o mercado de trabalho.

A busca pelo primeiro emprego é mesmo muito complexa. O paradoxo: “Não consigo emprego porque não tenho experiência e não tenho experiência porque não consigo emprego” é a maior queixa dos jovens atualmente. Além disso, a dificuldade de elaborar o currículo quando não se tem experiência somada à ansiedade e o nervosismo do momento da entrevista de emprego completam a lista das maiores dificuldades que os jovens apresentam na hora de conseguir o primeiro emprego.

A boa notícia é que existem sim muitas empresas que buscam colaboradores com o perfil do jovem que está iniciando no mercado de trabalho. Ao mesmo tempo em que não têm experiência, os jovens também estão cheios de energia, prontos para aprender e se dedicarem às novas atividades, mesmos aquelas mais rotineiras.

Existem também vários sites, instituições de ensino e empresas especializadas em apoiar os jovens na jornada pela conquista do primeiro emprego. Veremos algumas delas mais adiante nesse artigo.

ENTENDA SEU MOMENTO E ESTABELEÇA UM OBJETIVO

Se você é jovem e está buscando inserção no mercado de trabalho você deve estar em umas das duas situações abaixo:

A – Sem experiência e sem curso superior (ensino médio cursando ou concluído).

Se você se identificou com a situação A é muito provável que você tenha um perfil de Jovem Aprendiz.  No Brasil existe uma lei chamada LEI da Aprendizagem (10.097/2000) que obriga empresas de médio e grande porte a contratar jovens com idade entre 14 e 24 anos como aprendizes.

Essa lei possibilita que milhares de jovens consigam seu primeiro emprego com uma carga horária de trabalho menor, o que possibilita que o jovem possa dar continuidade aos estudos.

Porém, como se trata de uma carga horária reduzida, a remuneração para essa função costuma ser menor também, mas isso pode variar de empresa para empresa.

Outra boa oportunidade é se candidatar para cargos iniciais, é possível pesquisar nas empresas do seu interesse quais são os cargos de entrada, que normalmente são posições mais operacionais como, por exemplo: recepcionista, telemarketing, auxiliar, etc.

Nesse caso o objetivo profissional descrito no currículo poderá ser: “Jovem Aprendiz” ou “Cargos iniciais na área xxxx”.

B – Sem experiência e cursando nível superior ou cursando ensino técnico.

Se você está cursando nível superior ou ainda o ensino técnico, a melhor porta de entrada são os programas de estágio.

Muitos profissionais de sucesso começaram sua carreira como estagiários, grande parte das empresas tem programas de estágio e essa é, sem dúvida, a melhor oportunidade de começar a trabalhar na área do seu interesse.

Nesse caso seu objetivo profissional no currículo será de: “Estágio na área XXX”.

SAIBA COMO MONTAR UM BOM CURRÍCULO MESMO SEM TER EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Outra dúvida recorrente dos jovens na busca pelo primeiro emprego é a elaboração do currículo sem ter experiência profissional.

Mesmo nesse cenário, é possível explorar outras atividades desenvolvidas que irão demonstrar suas habilidades e potencialidades como, por exemplo: atividades acadêmicas e trabalhos voluntários. Dessa forma, mesmo que você não tenha nenhuma informação para preencher o campo de experiência profissional, poderá incluir esse tipo de atividades, elas já darão ao recrutador uma boa percepção das suas competências.

Vamos ver um exemplo:

ATIVIDADES ACADÊMICAS:

Projeto Acadêmico Mini Carro (SENAC – Curso de Mecatrônica)

“Desenvolvi um carro de brinquedo que se movia através de uma hélice, com led´s e sensores de luz. Montei toda a parte elétrica, mecânica e design do veículo, que em competição com outros carrinhos de alunos do curso fiquei em 3° lugar”.

TRABALHOS VOLUNTÁRIOS:

Grupo de Jovens – Projeto Crescer

Anualmente trabalho em um projeto de uma ONG que tem como objetivo o resgate de jovens em situação de risco. Num encontro anual de um final de semana com palestras educativas, sou responsável pelo apoio à estrutura do evento como limpeza do local, distribuição do material e orientação aos jovens sobre locais e horários. Ao longo de quatro anos trabalhando no projeto já resgatamos quase 200 jovens.

Perceba que mesmo falando de atividades não profissionais, os exemplo demonstram AÇÕES e  RESULTADOS, e essas informações são imprescindíveis no currículo.

A seguir, listamos as PRINCIPAIS INSTITUIÇÕES PARA QUEM BUSCA POR UMA OPORTUNIDADE DE ESTÁGIO OU JOVEM APRENDIZ

CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola)

Com mais de 50 anos de existência, o CIEE é uma associação sem fins lucrativos, de âmbito nacional, que busca fazer a ponte entre empregadores e estudantes de nível médio, técnico e superior. O portal é uma opção interessante para quem quer estagiar em instituições públicas. Há anúncios de vagas de estágio no Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (inscrições até 17 de janeiro de 2017) e na Defensoria Pública do Estado de São Paulo (inscrições contínuas), por exemplo.

Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios)

Fundado em 1998, o Nube conta com mais de 7.500 empresas e 4,5 milhões de jovens registrados. O usuário pode fazer cursos gratuitos, cadastrar seu currículo e fazer pesquisas no painel de vagas usando filtros como localização geográfica, formação acadêmica e período de estudo. Nextel, Cultura Inglesa e Drogaria São Paulo são exemplos de clientes corporativos da plataforma.

Companhia de Estágios

Em seu site oficial, a empresa afirma que já intermediou a contratação de mais de 12 mil estagiários em 10 anos de mercado. Há vagas para estudantes do ensino médio, técnico e superior. O jovem pode se cadastrar gratuitamente para consultar vagas e receber novidades por SMS e e-mail. Entre as empresas com vagas de estágio anunciadas na plataforma estão LG e Amazon, com inscrições até 20 e 30 de janeiro de 2017, respectivamente.

Cia de Talentos (somente estágio)

Com 26 anos de trajetória, a empresa faz parte do Grupo DMRH e já trabalhou com mais de 500 clientes em programas regionais e globais de estágios e trainees. Para participar dos processos seletivos, o jovem pode cadastrar seu currículo gratuitamente.

Com essas dicas, esperamos que seu caminho para a conquista do primeiro emprego se torne muito mais fácil e rápido.

Até uma próxima!