fbpx
Afinal, o que são COMPETÊNCIAS?

Afinal, o que são COMPETÊNCIAS?

Se você está trabalhando ou procurando um emprego, certamente já ouviu falar do termo COMPETÊNCIA.

Atualmente, a maior parte das empresas avaliam as competências do profissional para analisar o quão capacitado ele está para atender às demandas de determinada atividade e função: quanto mais competências ele tiver aderentes à vaga, mais capacitado ele é.

Essas análises são feitas na triagem dos currículos, nas entrevistas, em testes comportamentais – tanto para candidatos quanto para colaboradores – avaliações de desempenho e até na observação dos comportamentos e resultados obtidos.

Com base nessa análise a área de recursos humanos da empresa, junto com o gestor da área, tomam decisões sobre a contratação, carreira e em alguns casos até a substituição do profissional avaliado.

Então, podemos considerar que a competência é, sem dúvida, algo valioso no mundo corporativo e cada vez mais o profissional deve conhecer as suas e saber como utiliza-las da forma certa.

Mas afinal de contas, o que é COMPETÊNCIA?

Competência, no contexto empresarial, refere-se a um conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA), que caracterizam as aptidões de uma pessoa para cumprir determinadas tarefas.

Para um profissional ser considerado competente em determinado aspecto ele precisa demonstrar que tem os 3 eixos:

CONHECIMENTOS: Está relacionado aos conteúdos teóricos adquiridos por meio dos estudos formais e informais, sejam em escolas, universidades, nos livros, no trabalho, etc. Aprendemos coisas novas todos os dias, porém nem sempre colocamos em prática aquilo que sabemos.

Vamos usar um exemplo simples sobre conhecimento teórico: para andar de bicicleta precisamos sentar  e ajustar a altura do banco de forma que coloquemos os dois pés no chão, seguramos o guidão com as duas mãos, colocamos o pé dominante no chão e damos um primeiro impulso no pedal de forma que a bicicleta começa a se movimentar, em seguida colocamos o outro pé e conseguimos, então, pedalar.

HABILIDADES: É colocar em prática aquilo que temos em teoria, ou seja, é o saber fazer.

No exemplo acima explicamos de forma teórica o que é andar de bicicleta que é diferente de saber andar de bicicleta. Quando falamos de habilidade além de conhecer os aspectos teóricos é preciso saber colocar em prática, nesse caso, precisa saber andar de bicicleta.

ATITUDES: Este eixo está relacionado ao comportamento, ou seja, a iniciativa diante dos conhecimentos e habilidades, em outras palavras é o querer fazer.

Ainda utilizando o exemplo de andar de bicicleta, eu tenho o conhecimento e tenho a habilidade, mas não costumo andar. Neste caso posso dizer que não tenho essa competência.

Perceba que isoladamente os eixos do CHA não tem tanto valor como o conjunto, para que o profissional seja considerado competente para determinada função ele precisa demonstrar a união dos três eixos e durante um processo avaliativo é isso que a empresa quer confirmar.

Então, se você quer se sair bem nessa avaliação, seja para conseguir um emprego, uma promoção ou mesmo para demonstrar todo o seu potencial para o atual empregador, conhecer suas competências e saber falar delas é fundamental. E para fazer isso é importante que você desenvolva seu autoconhecimento.

O autoconhecimento trará o fundamento necessário para você conseguir identificar suas competências e principalmente o caminho para desenvolvê-las. Um profissional que tem um nível mais profundo de autoconhecimento, consegue trabalhar suas competências e apresenta-las ao mercado de trabalho de forma mais clara, e assim, se diferenciando da concorrência e aumentando seu nível de empregabilidade.

Baixe gratuitamente o nosso guia de autoconhecimento e comece agora a criar diferenciais.